Três Pontinhos

Das sementes crescem as flores.
Do dia, a noite.
Do sorriso faz-se pranto.
Do branco, preto.
Da esperança, desespero.
Sonhos em pesadelos.
Do caos a paz.
E da vida… despedida.

Tassiana Resende

Você também pode gostar de ler e ouvir:
Não dizCaminhar | Igor de Carvalho