Todas as Estações em Mim

 

Antecipa-me futuro amor
Quando me invade primaveril aroma
Olfato de amores-perfeitos
Em bem-me-quer arrisco a sorte
E contempla-me orvalho
Em deslumbre canteiro
Fartas cores delicadas em pétalas
Revestem-me frescores de lima
Verões de versos consomem
Em calores à beira mar
Trazem ao corpo o rubor
Digitais solares de ouro
Que mapeiam a pele
Num quase esconderijo
De gemidos e sal
Rimas de outono estalam
Folhas bailam em brisa
Bailarinas do seu tempo
Povoam em tapete
Calçadas e passos desatentos
Em deslizes invernos
Paisagem gélida
Agasalho de lã
Lilases dizem de mim
Refaço-me em calafrio
E recobre-me com seus perfumes
Mordisco o lábio
Em ideias sobre você
Desconsiderando calendários
Preferindo estações distraídas
Infinitas como o desejo
Atemporal do poema

 

 

Você também pode gostar de ouvir e ler:
Ashton Lane | Hidrocor | O que há?