Olhar

Um olhar, insano,

Vaguei na noite

Do meu pensamento

Tentando achar-te.

Seu sorriso, numa dança,

Embriagando-me a mente,

Doce lembrança,

Paixão ardente.

Teu cabelo encanta

E num vento suave

Que meu sonho canta,

Vejo-o voando, leve.

Teu corpo doce,

Envolvendo-me inteiro,

Quem dera fosse,

Um abraço…teu cheiro…

Mas enfim desperto,

E você distante,

Suspiro um poema, mudo,

Alivio meu peito, mutante.

(Flavio Urra)

Do Blog do Autor