Músicas do Gramofone: Urubu Rei


Boas vibrações, galera gramofônica!

Há muito tempo estava querendo escrever sobre Ana Cañas e hoje enfim trago um som que se aproxima e se distancia de muita coisa ao mesmo tempo. Sinceramente, ao ouvir Canãs você tem a impressão que o seu disco é uma coletânea de duas ou três cantoras diferentes, tamanha é a ruptura que existem entre as faixas e principalmente entre as composições. Sua flexão vocal complementa a sensação com contornos diversos e dispersos que, camaleoamente falando, trazem o ouvinte a experimentar várias Cañas e várias Anas concomitantemente.

No caso específico de Urubu Rei, Cañas brinca com a voz e transmite uma áurea intimista, com nuances de um sarcasmo seletivo, mas que na realidade joga com as palavras de um modo intrigante.

Se quiser conhecer outras músicas, acesse o site oficial.

E aí, o que achou? Participe, comente e compartilhe!

Você também pode gostar de ler e Ouvir:

Sou Torta | Maria, Lucia | Maglore

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s