Sarah Blasko


“Um monumento a libertação e que nos oferece algo novo a cada novo som.”

Ultimamente os sussurros de alguns gemidos, nos levaram a ouvir avessos e deixar um pouco a superfície. E nessas andanças sonoras tomamos um caminho sem volta, apartando-nos da mesmice, e dando um “olá” ao novo, sem rodeios, nem retornos, que nos levou tão longe quanto a distância pode ir.

E isso foi tão reconfortante, quanto animador, pois nos foram apresentadas nuances que se estivéssemos com o ouvido desacostumado, simplesmente passariam desapercebidas. E de repente, um som estranho tomou conta de tudo. Uma voz vinda de outros ventos,  composta de outros tempos e que canta de um jeito todo especial.

O nome dela é Sarah Blasko, uma australiana, que tem um estilo diferenciado das demais, pois sua música envolve os sentidos e percorre cada centímetro dos sonhos de quem ouve.  É um som raro, com gosto de passado, que não se escuta por aí, e se fundamenta em sensibilidade totalmente autoral.

“Eu gosto de coisas velhas… Eu gosto de coisas que resistem ao teste do tempo.” Sarah Blasko

Sarah é dona de  uma voz que se apossa de quem ouve de uma forma tão única, que chega assusta o ouvinte.

Deixemos então que você mesmo entenda o que estamos dizendo:

“All I Want”

“We Won’t Run”

“Night and Day”

“Always on this line”

E pra finalizar uma das mais lindas… “Xanadu”

E aí o que achou? Participe, comente e compartilhe!

Você também pode gostar de ler e ouvir:
Cambriana | Ingrid Michaelson | Daughter

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s