Hidrocor


Se eu te dei, meu amor,

eu não sei, quem eu sou.

Como pode, ter esquecido?

Não me acorde, meu sentido!

Se eu te achei, meu ardor,

eu não hei de ser se for.

Como pode ter me perdido?

Meus acordes sustenidos!

Fingidos, gemidos, tingidos de hidrocor.

 

Você também pode gostar de ler:

Desuso | Verbo Você | Flor da Noite

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s