Olhar


Um olhar, insano,

Vaguei na noite

Do meu pensamento

Tentando achar-te.

Seu sorriso, numa dança,

Embriagando-me a mente,

Doce lembrança,

Paixão ardente.

Teu cabelo encanta

E num vento suave

Que meu sonho canta,

Vejo-o voando, leve.

Teu corpo doce,

Envolvendo-me inteiro,

Quem dera fosse,

Um abraço…teu cheiro…

Mas enfim desperto,

E você distante,

Suspiro um poema, mudo,

Alivio meu peito, mutante.

(Flavio Urra)

Do Blog do Autor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s