Mais um copo!


Esse meu cheiro de história mal contada
Mente vazia é ofício de todos
É um trabalho árduo pra quem nunca teve mãos calejadas.

Eu na estante como objeto de ilustração,
remontando a épocas passadas de tempo nenhum.
Com esse sentimento vago
que não sei se é ódio, amor ou falta de espaço pra sentir.

Eu tenho uma alma cheia demais pra caber nessas vidas vazias.
Meu copo cheio, enchendo minha mente de palavras evasivas.
Estive só imaginando algumas cenas sujas
Descritas com alguma eloquência e pompa.

Acontece todo o tempo, não vês?
Sou eu inteiro
Nesses momentos que vivo pela metade
Onde me foge o tempo e me roubam a sanidade.

Mais um copo, por favor!
Que eu chego ao ápice do meu ofício
E preencho essas frases com palavras desgastadas,
Com algum argumento que dê interesse aos teus ouvidos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s