Flor da Noite


Existem flores que nascem na calmaria do dia
e brotam com o orvalho se alimentando do vento
e frutificam versos, sonhos e outras melodias
como se ela existisse meio fora do tempo

Existem outras que desabrocham com a noite
abrindo suas pétalas ao sabor da lua
essas são aquelas que nos tomam por açoite
mostrando seu néctar, ela se entrega, se insinua

Enquanto em uma o espinho amadurece
e quase não se mostra
Na outra, o sentido enlouquece
e quase te sufoca

Enquanto em uma a leveza é uma leveza contida
e assim ela constantemente perdura
Na outra, a beleza é uma beleza perdida
dessas que te levam despudoradamente a loucura.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s