Sons da Alma


Era uma moça. Não era só uma vez. Era poetiza aquela menina, de cabelos soltos aoo vento; de olhos vivos, vívidos e espertos; de mãos talentosas que davam forma a seus pensamentos. Ela crescia e engrandecia a melodia de seus versos, sonhava e fazia com que sonhassem. Encontrava o ritmo de uma história nas brisas mais irrelevantes.

O lugar ela mudou, só não mudou o coração de lugar. Um mundo tão grande, que lhe faltavam as palavra para descrever. Não era em falta de inspiração, mas em falta de tempo que se lhe roubavam os contos dantes pensados. Trabalho tão duro para aquelas mãos tão pequenas e talentosas. Outros talentos tiveram que ser desenvolvidos. Papel e tinta ficaram para depois.

As páginas do livro de sua vida foram passando. Amores viveram e morreram; músicas começaram e terminaram; três filhos foram compostos. Nem todas as histórias puderam ser contadas por suas mãos. O tempo corria veloz.
Muitos dos sonhos haviam morrido, levando fatias de seu coração. Embora o que ela quisesse ouvir fosse a voz macia e penetrante da inspiração, pelas noites o que ocorria eram sonetos infantes à procura do afago talentoso daquelas mãos.

Através do amor, transmitiu também inspiração, e talvez, uma porção de habilidade àqueles pequeninos. Suas mãos deixaram de escrever por algum tempo, mas sua mente não se desviou da capacidade de criar e reconhecer a arte.

Ao seu primogênito, juntamente com os nutrientes da vida, fez-lhe em herança o bom trato com as palavras, a destreza com a melodia.

Ao infante fez homem o tempo, e à habilidade seu ofício. Vivia de palavras, vivia da escrita, de por em papel esses sons que lhe saltavam ao coração.

Você também pode gostar de ler:

Cambriana | Holger | Grave Leve

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s